BLOG OSSIA

Toda semana com conteúdos sobre áudio, música e produção musical.

Se você está começando a fazer as suas produções, especialmente no ambiente doméstico, certamente já teve essa dúvida: como gravar voz no meu home studio? Neste artigo, vou dar dicas que facilitam bastante essa tarefa. Vamos nessa!

Gravar voz em casa: Do começo

Antes de partir para a gravação, é importante que você avalie algumas coisas:

  • a acústica do ambiente;
  • o microfone;
  • o pré-amplificador;
  • a placa ou conversor de áudio (a/d e d/a).

E se você não sabe o que é um conversor de áudio, dá uma olhada neste artigo onde explico como funciona uma placa de áudio.

Acústica: principais problemas e soluções

Gravar em casa pode ser complicado porque, geralmente, os ambientes não tem a acústica adequada. Paredes de alvenaria provocam reflexões primárias que rebatem e voltam diretamente para o microfone, interferindo na qualidade.

Outro problema comum sobre como gravar voz em casa é a ressonância, que acontece quando há uma interferência positiva de fase ou quando a frequência de onda da voz, que está numa região média, atinge a mesma frequência de ondas do som ambiente, que também são, geralmente, médias.

Quando se utiliza dois microfones ou quando as reflexões do som voltam diretamente para o microfone, acontece o cancelamento de fase. Este fenômeno é a anulação da captação de algumas frequências, fazendo que haja a perda de definição e qualidade da gravação.

As principais dicas para evitar estas ocorrências na sua gravação de voz em casa são:

  1. Prefira um ambiente em que menos uma parede seja “desalinhada” em relação às outras. Isso previne que as reflexões rebatam para o microfone.
  2. Escolha ambientes altos. Quanto maior a distância entre o chão e o teto, melhor será a qualidade da gravação.
  3. Utilize os próprios materiais da sua casa como abafadores de reflexão: cortinas, tapetes, quadros, estantes com livros são boas opções para estarem encostados na parede e cobrindo o chão. Eles atenuam as ondas, retirando energia delas e diminuindo a chance delas retornarem para o microfone.

Como gravar vozes graves e subgraves

Se você vai gravar um ‘Renato Russo’ ou um tenor, cujas vozes tem frequências mais graves, o ideal é fazê-la em ambientes bem irregulares, com paredes divergentes e utilizar alguns equipamentos específicos, como painéis acústicos bass traps

Geralmente, vozes subgraves são apresentam muitos problemas na gravação. Ressonâncias e equilíbrio de frequências podem ser resolvidos na própria gravação ou na produção, através de um hi-pass filter.

Se seu ambiente for muito pequeno, uma boa solução é utilizar um colchão ou um cobertor encostados na parede.

Utilizando o microfone corretamente

Para gravar vozes, o microfone condensador é bastante competente. Usando na sua casa, é importante procurar por um modelo com diafragma largo e que seja de captação cardioide, ou seja, que minimize as captações laterais e amplifique a frontal.

Use o pop-up filter, aquele filtro redondo colocado à frente do microfone. Muita gente cria o seu próprio em casa, com um aro qualquer e uma meia-calça. Ele abafa o som das pronúncias do “p” e o “b”, que normalmente chegam como um soco no microfone. Também retira o excesso de captação da respiração, deixando apenas um som natural, confortável.

O hi-pass filter deve ser ativado somente se a voz do cantor for muito grave, como já dissemos acima e o pad filter é para ser usado quando o vocalista tiver uma característica mais agressiva, como um cantor de metal, por exemplo. Ele auxilia o pré-amplificador controlando a intensidade de sinal, evitando clippagens e ruídos.

Microfone pra cima ou pra baixo?

Não existe uma resposta certa ou errada, neste ponto. Vai depender do que você, como produtor musical, quer enfatizar na gravação. Neste sentido, o microfone pra cima vai captar mais diretamente a voz e a região da respiração.

Já o microfone posicionado de cabeça pra baixo e levemente inclinado não vai captar tanto a região de respiração, mas conseguirá captar com qualidade toda a ressonância da voz no próprio corpo e na cabeça do cantor.

A diferença, neste caso, é que essas ressonâncias ajudam muito a dar mais profundidade e variação harmônica para a voz. Com o microfone em pé, a voz pode soar um pouco menos “emotiva” ou “intimista”. Logo, a escolha vai depender de qual característica você irá evidenciar nesta música.

Distância entre a boca e o microfone

Tome cuidado com a distância do microfone ao gravar em casa. Se ficar muito perto, terá aqueles problemas com o “p” e o “b” e perda na definição do áudio. Se ficar muito longe, o microfone irá captar muito som ambiente e, consequentemente, muitas interferências e reflexões indesejadas.

Comece com uma distância média de um palmo com os dedos fechados. Teste e veja a qualidade. Se precisar, ajuste para mais ou para menos, até encontrar o ponto ideal para a voz do cantor. Para não perdê-la, marque no chão a posição certinha onde o vocalista deverá ficar.

Em locais onde o ambiente realmente não favorece em nada, teste o microfone dinâmico. Apesar de não ser o ideal, talvez ele ajude neste caso específico. Vá para o canto do ambiente, use um cobertor ou um colchão nas paredes e grave na distância correta do microfone. No nosso blog tem um artigo sobre como gravar spots em casa. Dá uma lida lá, tem outras dicas bem legais.

Gravar em casa requer cuidados

Saber como gravar vozes em casa não é lá um bicho de sete cabeças. Mas requer, sim, alguns cuidados simples que vão ajudá-lo a minimizar a falta de um ambiente profissional. O importante, além de seguir as dicas acima, é testar todas as variações possíveis e entender a dinâmica da sua sala, quarto, escritório ou qualquer lugar onde você for realizar a gravação.

Espero ter ajudado a solucionar a sua dúvida, que é muito comum entre os produtores caseiros ou que estão começando a vida profissional e aproveito para deixar um presente para você: baixe aqui, gratuitamente, o nosso infográfico Mercado da Música, onde você vai descobrir como ganhar dinheiro com música, qual o papel da produtora e como os grandes profissionais trabalham. Clique aqui e baixe agora!

Grande abraço e até a próxima!

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *