Como Escolher sua Placa de Áudio? – Resolvendo Problemas #3

Está querendo trabalhar com áudio em casa? Melhorar seu vídeos? Ou talvez montando um Home Studio? Hoje vamos te ajudar a fazer uma coisa essencial: escolher sua placa de áudio.

Mais um vídeo da série que vai ajudar você a resolver os problemas com áudio e poder fazer um trabalho profissional sem sair de casa!

Como Escolher Sua Placa de Áudio?

Como você já viu em nosso outro post, Placas de Áudio são componentes que se ligam à Placa Mãe do seu computador. Com elas, você pode gravar e executar qualquer som, além de várias outras funções que vamos citar aqui.

5 Aspectos para Avaliar Antes de Escolher sua Placa de Áudio:

1 – No que você vai usar a sua Placa de Áudio?

As placas de áudio podem ser utilizadas para:

  1. Captação com microfones ou instrumentos;
  2. Tratamento de áudio dentro do computador (pós-produção, mixagem, etc.);
  3. Ambos. Gravação e Pós-produção.

1 – Para captação, você pode querer fazer vídeos, gravar músicas, backing tracks ou qualquer outro uso de áudio. Para isso, é importante você observar as entradas disponíveis na placa. Essas entradas podem ser microfone ou entrada de Instrumento (você pode utilizar uma DI – Direct Box – para gravar instrumentos. Veja mais neste vídeo).

2 – Caso você precise apenas da pós-produção, mixagem ou algo do gênero, você pode ter que somar diferentes canais dentro do seu áudio ou editar sem perder qualidade.

3 – Se você quiser trabalhar com músicas, do início ao fim do processo, você precisa de ambas as funções citadas acima, o mesmo é comum para quem grava e edita vídeos e precisa captar e produzir o áudio deles.

2 – Qual Orçamento Você Tem Disponível?

A questão em orçamento é o Custo/Benefício. Você é profissional do ramo? Ou talvez pensa em ser? Não se preocupe em ter o melhor equipamento do mercado. O importante é que o seu conhecimento deve estar de acordo com o equipamento.

Busque investir em formação, não apenas nos equipamentos, mas não deixe de ter em seu Home Studio: uma placa de áudio, monitores de áudio, um tratamento acústico básico (escolha bem sua sala!), um bom computador, um aterramento adequado. Mais sobre problemas comuns em Home Studio.

3 – Quais Entradas e Saídas Você Precisa?

As entradas podem ser do tipo:

  • Entradas Analógicas:
    • Pré-amplificadas:
      • em Nível de Microfone;
      • em Nível de Instrumento.
    • de Linha:

Para você avaliar suas Entradas Analógicas Pre-amplificadas, observe em seu pré-amplificador o quanto ele tem de distorção harmônica, sua resposta de frequência, e seu nível de ruído. Outro ponto muito importante é a Impedância das entradas de microfone e de instrumento. Procure sempre ouvir os pré-amplificadores para conhecer seu comportamento, distorção, ruído, e veja se ele se adéqua ao seus objetivos.

Observação: Para entradas de instrumento, busque uma impedância superior a 1 M\Omega  (um milhão de ohms) para uma resposta de frequências e de dinâmica similar a um amplificador de guitarra.

  • Saídas Analógicas:
    • Sempre em nível de linha:

Veja mais sobre saídas analógicas e conectores em nosso vídeo: Conectando Corretamente seus Equipamentos de Áudio: Menos Ruído, Mais Qualidade!

  • Entradas e Saídas Digitais;

Útil para quem precisa de mais entradas para a sua placa e tem um pré-amplificador que também tem uma conversão de analógico para digital, use conectores (SP/DIF, ADAT, Universal Clock)

  • Entradas e Saídas MIDI:

Entradas MIDI são muito conhecidas por tecladistas e de quem trabalha com sequenciamento MIDI. Confira se placa que você está buscando possui estas entras.

4 – Confira a Qualidade do Conversor!

O que você deve observar:

  • Bit Depth
  • Sample Rate
  • Quantidade de Erros de Clock

Este conjunto de características é fundamental para a qualidade do áudio que você vai obter após o trabalho.

Entenda melhor sobre as características do seu conversor em nosso vídeo: COMO FUNCIONA A PLACA DE ÁUDIO!

5 – DSP Integrado

O DSP Integrado torna sua placa capaz de processar os plugins do seu software de mixagem. Você também pode utilize sua placa de áudio com DSP Integrado para tocar ao vivo,  fazendo o processamento de áudio que o computador não consegue fazer em tempo real. Assim, você ganha uma ótima ferramenta para melhorar muito a qualidade de áudio da sua apresentação ao vivo.

Importante: Para quem trabalha com vídeo, pode ser muito importante um DSP integrado para processar o áudio, exigindo menos do computador.

Importante: Não são todos os plugins que rodam com o DSP das placas! Procure se informar antes de fazer a compra.

 

Se você tiver dúvidas do porquê precisa de uma placa de áudio e como ela vai melhorar a sua performance, esse vídeo vai ajudar você:

Agora é hora de escolher sua placa e por a mão na massa! Não deixe para depois!

Envie sempre suas dúvidas e de acompanhe a OSSIA em nossos canais!


Inscreva-se no Canal do Youtube da OSSIA!

Conheça nosso Guia Definitivo para Montar Seu Home Studio Profissional e economize na hora de montar o seu. 😉

home-studio-ebook

Faça parte do grupo Áudio: Teoria e Prática da OSSIA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *