BLOG OSSIA

Toda semana com conteúdos sobre áudio, música e produção musical.

Hoje continuamos nossa série Mixando Voz com uma grande linha de equalizadores passivos da história do áudio, os Pultecs EQM-5 e o EQP-1A! Veja no vídeo:

Equalizador para Voz Pultec

Um pouco da História

O EQP-1A surgiu em 1951 criado pela empresa Pulse Techniques Inc, sua concepção e fabricação se deve aos sócios e engenheiros Ollie Summerland e Gene Shank.

3 Modelos de Equalizadores Passivos da Pulse Techniques Inc Fonte: http://www.audiotechnology.com.au/wp/index.php/ua-flexes-some-new-plug-in-muscle/

3 Modelos de Equalizadores Passivos da Pulse Techniques Inc
Fonte: http://www.audiotechnology.com.au/wp/index.php/ua-flexes-some-new-plug-in-muscle/

 

“O Que São Equalizadores Passivos?”

Os Equalizadores Pultec são passivos. Ok, mas o que é um equalizador passivo?

Um equalizador passivo, de uma forma bem simplificada é formado por filtros passivos. Os filtros passivos usam resistências, capacitores e/ou indutores. Dependo do tipo de filtro ele pode usar, ou só capacitores e resistores, ou só indutores e resistores, ou os três componentes em um único circuito.

Estes três componentes são componentes passivos, ou seja, eles não são usados para aumentar a tensão e nem a corrente de um determinado sinal. Sendo assim, no circuito deste equalizador não há amplificação nas filtros, somente atenuações.


Equalizadores Pultec

Logo no início do circuito do EQP-1A temos um transformador de entrada e o processamento dos filtros nos pontos zeros de atenuação e “boost”. Estes filtros reduzem o sinal a um nível aproximadamente 15 dBs abaixo do sinal que entrou. É como se ele funcionasse como um PAD de -15dBs, através da atuação dos seus filtros parametrizados em ponto zero.

obs: Ponto Zero é quando o knob está na posição “0”.

Então você se pergunta: sem amplificação nos filtros, o que fazem os knobs de boost? Os knobs de boost fazem com que o circuito de atenuação, aquele que age como um PAD, atue, menos sobre a frequências selecionadas nos seus respectivos filtros.

Os knobs de boost dos filtros dos 2 equalizadores, tanto o EQP-1A, quando o MEQ-5, quando girados em sentido horário, fazem com que o circuito que realiza a atenuação das frequências, processe gradativamente menos o sinal. Assim, quanto mais elevamos o knob de bost, menos atenuação do sinal ele realiza naquela frequência.

Em ambos os circuitos dos 2 equalizadores, há um amplificador de pushpull para compensar esta atenuação de sinal. Este amplificador eleva todo o sinal em cerca de 1,13 dBs acima do sinal que estava no input do circuito de equalização. É bom deixarmos claro que este amplificador não fica dentro do circuito de equalização.

IMPORTANTE: Ele é diferente daqueles amplificadores que ficam no circuito dos equalizadores ativos.

Nesse caso dos Pultecs, o amplificador vem em um circuito à parte para amplificar todo o sinal anterior já afetado pelo circuito do equalizador.

equalizador para voz pultec

Fonte: http://www.foxaudioresearch.ca/PultecPreamp.htm adaptada por OSSIA

Este amplificador do tipo push/pull é formado por um circuito eletrônico que usa um par de dispositivos ativos que, alternadamente, fornece corrente e absorve corrente. Este processo acontece a partir de uma tensão de entrada a fim de realizar a compensação do sinal perdido com o circuito. Para não afetar o resultado da equalização, ele foi projetado para ser o mais linear possível.

Agora que vimos vários aspectos sobre o circuito destes equalizadores, vamos dar uma olhada em como ele vai funcionar na prática.

 

Quer revisar o conteúdo sobre equalizadores? Baixe nosso e-book e filtros e equalizadores! 🙂

Equalizador para Voz na Prática

Os dois equalizadores possuem seus respectivos filtros, atuando em frequências selecionáveis através dos knobs destacados em vermelho nesta imagem:

Knobs em Destaque Fonte: http://www.audiotechnology.com.au/wp/index.php/ua-flexes-some-new-plug-in-muscle/

Knobs em Destaque
Fonte: http://www.audiotechnology.com.au/wp/index.php/ua-flexes-some-new-plug-in-muscle/ Adaptada por OSSIA

 

 

1 – EQP – 1A

O EQP-1A é um equalizador com 3 bandas: um shelf de graves; um peak de agudas; e um shelving de atenuação nas agudas e hiper agudas. Veja na imagem:

EQP- 1A Fonte: https://br.pinterest.com/indraq/pultecs/ Adaptado por OSSIA

EQP- 1A Fonte: https://br.pinterest.com/indraq/pultecs/ Adaptado por OSSIA

Filtro 1 – Low Shelving

É um filtro de prateleira nos graves. Os números no knobs de boost e atenuação não representam a escala em decibéis e isso fica bem claro quando vemos o resultado operacional dos filtros nos gráficos:

EQP - 1A - Low Shelving Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

EQP – 1A – Low Cut
Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

EQP - 1A - Low Boost Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

EQP – 1A – Low Boost
Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

A grande sacada deste filtro é a junção da atenuação e do boost. Como não há um circuito de buffer (com um amplificador operacional no circuito dos filtros do equalizador), os filtros de corte e de boost ficam habilitados a interagirem um com o outro. O efeito disso é esta ressonância mágica quando usamos os dois ao mesmo tempo, ou seja, quando atenuamos e damos boost na mesma frequência.

EQP - 1A - Atuação Dupla Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

EQP – 1A – Atuação Dupla
Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

De acordo com o manual original do EQP -1A, isso não funcionaria muito bem, mas acabou virando um clássico quando trabalhamos com a atenuação e o boost de frequências próximas umas da outras, nesta região grave, situação muito comum em bumbos e baixos.

 

Filtro 2 – High peak

Este filtro funciona exclusivamente com a função de boost e sua largura de banda muda de acordo com o quando damos de boost na frequência selecionada.

Veja neste exemplo em 3 kHz:

EQP - 1A com Largura de Banda Menor Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

EQP – 1A com Largura de Banda Menor Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

EQP - 1A com Largura de Banda Maior Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

EQP – 1A com Largura de Banda Maior
Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

 

Filtro 3 – High Shelving

O filtro de prateleira das frequências agudas é um shelving comum. Ele é muito bacana quando combinado com o high peak deste mesmo equalizador para gerar uma ressonância específica nas frequências agudas.

EQP - 1A Filtro de Prateleira - Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

EQP – 1A Filtro de Prateleira – Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

 

2 – MEQ – 5

 

Filtro 1 – Pico Médio Grave

O pico de média-baixa se comporta de forma semelhante a um filtro “peak” ou “bell” com um fator de qualidade “Q” constante. Diferente do EQP-1A, os filtos do MEQ – 5 não alteram sua largura de banda de acordo com a quantidade de boost.

A única forma de alterar a largura de banda do filtro é alterando a frequência onde ele atua. Assim, com o filtro em 200 Hz, ele terá uma determinada largura de banda, já em 700Hz, terá outra. Confira os gráficos:

 

MEQ - 5 atuando em 200 Hz Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

MEQ – 5, filtro 1 atuando em 200 Hz
Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

MEQ - 5 atuando em 700 Hz Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

MEQ – 5, filtro 1 atuando em 700 Hz
Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

 

Filtro 2 – Mid Dip – Pico de Rejeição de Faixa

De novo um peak, só que desta vez com redução de ganho. Ele se comporta da mesma forma que o pico de médio grave, mudando sua largura de banda de acordo com as frequências selecionadas. Quanto mais agudo, menor é a largura de banda, ou seja, maior é o quality factor, o “Q”.

MEQ - 5, filtro 2 atuando em 2 kHz Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

MEQ – 5, filtro 2 atuando em 2 kHz
Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

MEQ - 5, filtro 2 atuando em 5 kHz Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

MEQ – 5, filtro 2 atuando em 5 kHz
Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

 

Filtro 3 – High Mid Peak – Pico de Média Alta

Esse filtro é como o primeiro, só que atua em frequências mais altas e seu quality factor se altera ainda mais dependendo da seleção da frequência. Quanto mais aguda é a frequência selecionada, menor a largura de banda.

MEQ - 5, filtro 3 atuando em 1,5 kHz Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

MEQ – 5, filtro 3 atuando em 1,5 kHz
Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

MEQ - 5, filtro 3 atuando em 5 kHz Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

MEQ – 5, filtro 3 atuando em 5 kHz
Fonte: http://www.uaudio.com/webzine/2004/july/text/content4.html

No vídeo, realizei uma automação de frequência deste filtro e fica bem evidente como a largura de banda muda de acordo com a frequência selecionada. É bem bacana ver que, ao realizar um pico em frequências agudas na voz, através deste filtro, não alteramos demais frequências ao redor. Assim, é possível selecionar uma frequência específica, trazendo harmônicos, e uma frequência de ressonância, que tem a sibilância no ponto certo.

No filtro Low Shelving do EQP-1A, realizei uma atenuação em em 60 Hz e escolhi a largura de banda ideal para não afetar as frequências médio graves da voz, que trazem um corpo para a mesma.

Valeu pessoal!

Um abraço,

Alwin Monteiro

 

Lembre de sempre enviar suas dúvidas e de acompanhe a OSSIA em nossos canais!


equalizador para voz pultec

Faça parte do nosso grupo Áudio: Teoria e Prática.

Inscreva-se no Canal do Youtube da OSSIA!

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *