Criando Beats #2 – Mixagem – Sidechain

Se você já mixou (ou tentou mixar) uma música, provavelmente já enfrentou o desafio de fazer múltiplos elementos soarem juntos. Esta não é uma tarefa fácil, mesmo com equalizadores e automações. O assunto de hoje é MIXAGEM, usando o Sidechain em percussão de músicas Pop, Hip Hop e outros. Olha aí:

Seja uma guitarra que cobre o vocal, que deveria estar na frente da mix; ou um baixo que embola com o bumbo; ou até um reverb ou delay que soam maravilhosos sozinhos, mas em conjunto com os outros elementos da música transformam-se numa massa de frequências nada agradáveis.

Sidechain

Sidechain é uma maneira de rotear o sinal de áudio para que ele ative um efeito em um outro canal. Isso quer dizer que você pode aplicar um efeito na guitarra toda vez que o vocal aparece. As aplicações dessa técnica dão muita versatilidade na hora da mix e a possibilidade de controlar melhor os elementos do arranjo sem que eles”briguem por espaço”.

Ducking Compresison

Duck

Uma das técnicas de sidechain mais comuns é a de Duck compression. Inicialmente utilizada por DJs em suas performances ao vivo, ela aplica um compressor na saída das pickups toda vez que o DJ fala algo no microfone. Esse uso também é bem comum em rádios, onde a intensidade da música é diminuída toda vez que o locutor fala.

No universo da produção musical as aplicações são mais refinadas, e um dos usos mais frequentes é o sidechain bumbo-baixo. Bastante utilizado na música eletrônica, EDM e E-pop, é quando o bumbo ativa um processador de dinâmica no baixo, fazendo com que sua intensidade seja drasticamente diminuída por um curto período de tempo.

Essa aplicação causa o efeito de pump na música, a sensação de um grave sempre pulsante devido à alternância entre o bumbo e o baixo.

Waiting for Love, do produtor de EDM Avicci. Perceba como o baixo e o bumbo interagem através de duck compression.

Como configurar?

Na DAW de sua escolha, insira um plugin de compressor ou gate (que ofereça a função sidechain) na track que deseja afetar (ducked track) e ative a função de sidechain. Configure uma mandada (send) a partir da track que vai afetar o sinal (ducking track).

Exemplo de Sidechain

Exemplo de Sidechain

Para ilustrar melhor, vamos construir novamente o exemplo da guitarra e vocal. Nesse caso a Guitarra é o elemento que vai ser afetado (ducked track) e o vocal o elemento que ativa o efeito (ducking track). O compressor ou gate vai no track da guitarra com o sidechain habilitado. O send (ou mandada) sai a partir do track do vocal direcionado à entrada de sidechain do compressor presente na guitarra. A partir desse ponto o processo se torna uma questão de configurar bem o processador de dinâmica para que soe musical.

Exemplo de Sidechain 2

Ducking EQing

A mesma lógica pode ser aplicada com equalizadores. Nesse caso, em vez de processar a dinâmica da ducked track o que vai ser afetado é alguma faixa de frequência específica. Novamente no caso hipotético da guitarra e do vocal, em vez de diminuir a intensidade da linha de guitarra o que vai ser afetado é sua equalização, deixando a guitarra com menos médio-grave para que abra espaço para a voz, por exemplo.

A configuração acontece da mesma maneira que no exemplo com compressores.

Aplicando em canais de efeitos

Outra utilização possível é para controlar efeitos de atraso, como reverbs e delays. Isso faz com que os efeitos fiquem com mais intensidade apenas quando o som original termina, sem a necessidade de automação. Nesse caso a Ducked track é o canal de efeito (FX channel) onde o reverb e delay estão soando e a duking track o próprio material onde esse efeito está sendo aplicado.

Conclusão

Duck compression e outros processamentos em sidechain são ferramentas refinadas que permitem um nível elevado de controle da sua mix. Obviamente necessitam de um bom tempo de aprendizado e prática, mas quando utilizadas com maestria essas técnicas trazem seu trabalho para um outro patamar.

Conhecimento é poder. Agora que você tem mais dele não hesite em aplicá-lo! E para qualquer dúvida que aparecer no meio do caminho, lembre-se do nosso grupo no Facebook.

Até a próxima!

Edilson Dourado


Quer ter um Home Studio? Conheça o Guia Definitivo para Montar Seu Home Studio Profissional e economize na hora de montar o seu. 😉

Faça parte do nosso grupo Áudio: Teoria e Prática.

Inscreva-se em nosso Canal no Youtube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *