Como Funciona o Microfone

No post de hoje, o assunto é como funciona o microfone. Em especial, os mais comuns que você vai encontrar para suas gravações. Com este conteúdo, será mais fácil entender como usá-los depois! 😉

Entenda a estrutura dos transdutores e as características mais importantes para se avaliar ao escolher um microfone para determinada função. Confira o vídeo:

 

 

Microfone

Os microfones são equipamentos que usam de transdutores – componentes eletrônicos que realizam a conversão de energia cinética em energia elétrica – para captar o som. Eles são tradicionalmente categorizados de acordo com características através das quais realizam a transdução.

Esta “conversão” de energia cinética em tensão elétrica se dá das seguintes maneiras:

Microfones Dinâmicos de Bobina Móvel ou Microfones de Fita

Um condutor estático está situado em um campo eletromagnético mutável, ou quando um condutor se move por um campo eletromagnético. Este fenômeno é cientificamente conhecido como “Lei de Faraday”, que consiste na indução eletromagnética que acontece com o uso de um ímã e um indutor (bobina ou uma fita enrugada), que, ao se mover em um determinado campo eletromagnético, causa desestabilidade no campo, uma diferença de tensão elétrica e, por sua vez, uma corrente elétrica.

 

Microfone dinâmico de bobina móvel: possui uma bobina móvel que desestabiliza um campo eletromagnético e gera uma diferença de tensão através desta indução.

Microfone dinâmico de bobina móvel: possui uma bobina móvel que desestabiliza um campo eletromagnético e gera uma diferença de tensão através desta indução.

Estrutura do transdutor do microfone de fita R44A: Desestabiliza o campo magnético através do movimento de uma fita enrugada no meio de dois imãs.

Estrutura do transdutor do microfone de fita R44A: Desestabiliza o campo magnético através do movimento de uma fita enrugada no meio de dois imãs.

Microfone Condensador

A diferença de potencial entre duas placas paralelas que não possuem contato entre si, gera uma capacitância. O movimento oscilatório de uma destas placas varia a distância entre as mesmas, causando uma variação da capacitância e, consequentemente, uma variação de tensão elétrica e corrente.

Quando sujeito à uma pressão sonora, o diafragma se aproxima do backplate e aumenta a capacitância logo, a tensão elétrica diminui pois a carga nas placa do capacitor (diafragma e backplate) não muda. Quando estas placas se afastam, novamente a capacitância diminui, logo a tensão elétrica aumenta.

Por dentro do Microfone Neumman Tube

Por dentro do Microfone Neumman Tube

O Que Diferencia os Microfones:

Os microfones possuem especificações técnicas que dizem respeito ao seu desempenho. Elas são:

  • Sensibilidade
  • Resposta de frequência
  • Relação Sinal/Ruído
  • Impedância
  • Padrão polar

Estas características vão variar de acordo com a estrutura do transdutor do microfone, do transformador de saída e características do circuito.

Quer saber mais?

Microfones são uma ferramenta fundamental no trabalho com áudio e é muito importante entendermos seu funcionamento para usá-los da melhor maneira. Se você quer entender melhor onde você pode usá-los no dia-a-dia de suas produções, fique ligado que logo mais vamos lançar um material bem completo sobre o assunto para poder destrinchar estas especificações que citamos acima.

 

Um abraço!

Alwin Monteiro

ps: se você tiver dúvidas e sugestões, entre em nosso grupo Áudio: Teoria e Prática no Facebook!  O link está logo abaixo.


Quer ter um Home Studio? Conheça o Guia Definitivo para Montar Seu Home Studio Profissional e economize na hora de montar o seu. 😉

Faça parte do nosso grupo Áudio: Teoria e Prática.

Inscreva-se em nosso Canal no Youtube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *